O País – A verdade como notícia

Cristãos lembram nascimento de Jesus na Missa do Galo

As igrejas Católica e Anglicana realizaram na noite de ontem (24) a chamada Missa do Galo. As duas igrejas destacaram o espírito trabalhador e de paz do menino Jesus e consideram que os moçambicanos deviam inspirar-se para prosperar.

Festa, muita festa na Catedral de Maputo!

Um cenário que fazia recordar o ambiente descrito nos livros de São Mateus, São Lucas e São João, quando, em Belém, ia nascer o menino Jesus Cristo, o Redentor!

Por volta das 19 horas a Catedral da igreja católica começou a registar muito movimento de chegada dos crentes. Todos queriam, de perto, ver o nascimento do seu Salvador. Pouco tempo depois começou a missa do galo.

Chegou então o tão esperado momento, a igreja testemunhou o nascimento e foi exibida uma réplica em que todos foram beijar o menino Jesus, em forma de respeito.

E para celebrar, os católicos não pouparam esforços: foram cânticos, foram danças, ofertas, leituras bíblicas e a chamada homilia liderara pelo Arcebispo Dom Francisco Chimoio. E porque apesar de ser muito espiritual, Cristo foi carpinteiro, Dom Chimoio convidou os católicos a seguirem o mesmo caminho.

A igreja Anglicana também celebrou o nascimento de Jesus com tudo a que tinha direito. Também aqui foi criado um cenário que literalmente reme ao ambiente em que o menino nasceu há 2018 anos em Belém.

Orações, sermões e ofertas também marcaram a festa de Natal nesta igreja. O bispo, Dom Carlos Matsinhe, destacou as diferentes faceta do Unigénito de Deus. Mas, acima de tudo, o carácter pacificador do Redentor.

Enfim, tanto a igreja Católica em Maputo quanto a Anglicana esmeraram-se para conceder uma recepção digna de um príncipe de paz e que seria um verdadeiro Salvador do mundo na fé cristã.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos