O País – A verdade como notícia

COVID-19: uso de máscaras continua “uma miragem” na Zambézia

O uso de máscaras nas comunidades da província da Zambézia continua “uma miragem”. Mesmo com aumento de número de casos e toda informação sobre a prevenção da COVID-19 no país, a população do interior da Zambézia continua a ignorar o uso de máscaras.

Nas feiras de comercialização, por exemplo, com forte aglomerado populacional não se está a observar distanciamento social, uso de máscaras e muito menos baldes de água para a higienização das mãos.

Na verdade, as recomendações do Ministério da Saúde para prevenção da COVID-19 estão a ser totalmente ignoradas por homens e mulheres nas zonas do interior da província.

No povoado de Murrotone, distrito de Mocuba ao longo da EN1, observamos forte aglomerado de pessoas que as sextas-feiras desenvolvem feiras comerciais mas sem obediência as recomendações do Estado de Emergência em vigor.

Já na localidade de Namanda, distrito de Ilê deparamos com um comerciante a vender máscaras caseiras. Curiosamente é que a máscara que este trazia no seu rosto, estava mal colocada o que pode propiciar contaminação da doença. Esta realidade verifica-se numa altura em que o Presidente da República pondera agravar as medidas face ao incumprimento das medidas de prevenção da COVID-19.

A secretária de Estado da Zambézia, Judith Mussácula diz que tem conhecimento da situação e que já orientou aos administradores distritais para fazerem trabalho de base para se inverter o cenário.

“Já orientamos através da reunião que tivemos alargada aos administradores distritais, no sentido de avançarem para as medidas de sensibilização, para que as nossas comunidades observem com rigor as medidas de Estado de Emergência e de prevenção da COVID-19”, afirmou Judith Mussácula.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos