O País – A verdade como notícia

Covid-19: Governo italiano põe país todo em quarentena

Giuseppe Conte anunciou esta segunda-feira a quarentena para todo o país até 3 de Abril. "Toda a Itália deve ficar em casa", disse o  Primeiro-ministro italiano, alargando assim a todo o país as medidas que tinham sido tomadas ontem para Lombardia e outras 14 províncias.

As restrições, que entram em vigor hoje,  impedem as deslocações de cidadãos (a não ser em casos de emergência e de trabalho) e também o cancelamento de eventos públicos.
"Não haverá apenas uma zona vermelha. Haverá Itália", disse Giuseppe Conte aos jornalistas. A medida vai afectar os 60 milhões de habitantes do país.

O decreto aprovado pelo executivo italiano também prolonga o encerramento das escolas em todo o país até 3 de Abril.

As mortes em Itália devido à epidemia do novo Coronavírus subiram hoje para 463, um aumento de 97 óbitos relativamente a domingo, referiam os últimos dados divulgados pelo chefe da Proteção Civil, Angelo Borrelli.

Os casos positivos ascendem aos 7.985, com 724 pessoas que se curaram, com o total de todos os contágios desde o início da crise a atingir 9.172 pessoas.

A grande maioria dos casos de contágio e de mortos concentra-se na região da Lombardia, onde se registaram 333 mortes, seguida da região de Emília-Romanha, com 70 óbitos e 1.386 casos positivos. No Veneto foram contabilizados até hoje 20 óbitos e 744 contágios.

A epidemia de Covid-19 foi detectada em Dezembro e desde então foram infectadas mais de 110 mil pessoas, mas a maioria já recuperou. A doença provocou até ao momento cerca de 3.800 mortos.

Nos últimos dias, a Itália tornou-se o caso mais grave de epidemia fora da China, estando neste momento cerca de 16 milhões de pessoas em quarentena no Norte do país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos