O País – A verdade como notícia

COVID-19: Doentes não observam distanciamento recomendado no Hospital de Nicoadala

Há condições propícias para a propagação do novo coronavírus no hospital distrital de Nicoadala, província da Zambézia. Sucede que os doentes que procuram por aqueles serviços não estão a obedecer o distanciamento de um metro tal como está preconizado no decreto do Estado de Emergência em vigor no país.

Manhã desta quarta-feira a enchente de pacientes naquele hospital era tanta que não observava o aglomerado não superior de 10 pessoas. O facto ocorria sob olhar impávido das autoridades responsáveis pela gestão do hospital. Os técnicos uns com máscaras, outros não, outros com e sem luvas para prevenção da covid-19 e outras doenças, desempenhavam as suas funções normalmente como se o país não estivesse no Estado de Emergência face à pandemia.

 

A médica chefe distrital da saúde ao nível do distrito de Nicoadala, Dália Hussene, referiu que em cada sector, os profissionais estão devidamente informado sobre o distanciamento que se deve observar por cada paciente. "Nós também já criamos local próprio para atendimento de pacientes que apresentam tosses", disse contrariando a imagem verificada no local. 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos