O País – A verdade como notícia

COVID-19: Casos confirmados já ultrapassam 100 mil em África

O continente africano atingiu, este fim-de-semana, mais de 100 mil casos confirmados da COVID-19. Cerca de metade dos países africanos têm registado transmissões comunitárias.

 

Passam 14 semanas desde que  o continente africano foi atingido pela pandemia da COVID-19 e, actualmente, conta com mais de  100 mil casos confirmados e mais de 3 100 mortos,  segundo dados da Organização Mundial de Saúde.

Apesar do aumento de casos, África continua o continente menos afectado do mundo, sendo que a Europa lidera com 1.9 milhão de casos, dos quais 171 mil são óbitos.

Na África do Norte, Egipto é o país com maior número de óbitos, contando actualmente com pelo menos 696 mortos dos mais de 15 mil infectados, seguido de Argélia com 575 mortos dos 7 728 infectados.

Já na África subsaariana, a África do Sul é que está em frente com 407 mortos e mais de 21 mil casos.  Entretanto, alguns especialistas de saúde acreditam que África tenha mais casos não reportados, devido à escassez de testes.

Segundo a OMS, até agora África já conduziu mais de 1.5 milhões de testes, um número reduzido. Quase metade dos países africanos têm registado transmissões comunitárias, e 3, 400 funcionários de saúde estão infectados.

Enquanto na Europa, cerca de 95% da população que morre tem acima de 60 anos, em África mais de 60% da população tem abaixo de 25 anos.

A OMS continua a apelar aos países africanos que continuem a reforçar medidas de contenção do vírus, pois apesar de haver relativamente poucos casos, o continente mostra-se o mais vulnerável de todos devido a fracos sistemas de saúde.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos