O País – A verdade como notícia

COVID-19: África tem mais de mil casos confirmados

O continente africano já tem mais de mil casos confirmados do COVID-19. Uganda é o mais recente país africano a registar o primeiro caso positivo.

Agrava-se a situação do surto do novo coronavírus em África. Cerca de 40 países africanos já registaram mais de mil casos confirmados e duas dezenas de vítimas mortais, informou a Organização Mundial de Saúde. Este Domingo, Uganda registou o primeiro caso confirmado do COVID-19. Trata-se duma mulher que regressou àquele país, vinda do Dubai. Já Maurícias, com 14 casos confirmados, registou no sábado a primeira vítima mortal, avançou Reuters.

Ainda no Sábado, Angola, Zimbabwe e Eritreia anunciaram novos casos desta pneumonia viral. Muitos países africanos têm suspendido voos internacionais, encerrado fronteiras, escolas, universidades e proibido concentrações públicas que envolvam mais de 50 ou 100 pessoas.

Na África do Sul, país com maior número de casos da África subsariana que são pelo menos 240, os cidadãos têm-se protegido com luvas e máscaras na esfera pública. Já o país mais populoso de África, Nigéria, com 22 casos confirmados, vai encerrar os dois principais aeroportos em Abuja e Lagos na noite desta segunda-feira.

Ruanda, com 17 casos, baniu viagens nacionais por duas semanas e encerrou todos os bares, tendo pedido os funcionários públicos e privados para trabalhar a partir de casa. Ruanda e Uganda anunciaram no Sábado que vão encerrar suas fronteiras.

Na África Austral, pelo menos Moçambique, Malawi, Botswana e Lesoto não têm registos de casos confirmados do COVID-19.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos