O País – A verdade como notícia

COVID-19: segregação da África Austral preocupa ONU

Foto: Epthinktank

O Secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, diz estar “muito preocupado” devido à segregação da região da África Austral decorrente da descoberta, pela África do Sul, da nova variante da COVID-19, Ómicron.

“O povo africano não pode ser responsabilizado pelo nível imoralmente baixo das vacinas disponíveis em África, e não deve ser penalizado por ter identificado e partilhado as informações científicas e sanitárias essenciais com o mundo”, disse Guterres, segundo a AFP, citada pela Lusa.

Como consequência do surgimento da nova variante, vários países suspenderam voos provenientes de países africanos como forma de conter a propagação da nova variante do vírus da COVID-19.

De acordo com a Lusa, o recente surto na África do Sul tem atingido mais as pessoas com idades entre os 20 e os 30 anos e os médicos enfatizam que os sintomas da COVID-19 são frequentemente ligeiros nesse grupo etário.

A COVID-19 já provocou pelo menos 5.197.718 mortos em todo o mundo, entre mais de 260.81 milhões de infecções pelo novo Coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse, citada pela Lusa.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos