O País – A verdade como notícia

COVID-19: Nampula é a província com maior número de mortes

Nampula é a província com maior número de mortes causadas pelo Coronavírus. Desde que o país começou a registar óbitos pelo novo Coronavírus, as maiores vítimas são crianças.

Os dados das pessoas que já pereceram por COVID-19 em Moçambique demostram que Nampula, a província com maior número de casos positivos, é também o ponto do país com mais óbitos, em número de quatro.

A capital do Norte foi a primeira zona do país a registar um óbito pelo novo Coronavírus, uma criança de 13 anos de idade, que morreu no dia 26 de Maio.

A 15 de Junho, morre também em Nampula, um idoso de 84 anos, que perdeu a vida em casa, onde cumpria isolamento domiciliar.

Dia seguinte, 16 de Junho, a cidade regista nas estatísticas o seu terceiro óbito, uma criança de 6 anos que morreu no Hospital Central de Nampula, após ter sido internada com sintomas de insuficiência cardíaca.

Já a 26 de Junho, morre vítimas de Covid-19, um homem de 37 anos, que também sofria de outras patologias.

A Cidade de Maputo segue na segunda posição, com o registo de dois óbitos.

No dia 18 de Junho, morreu internado no Centro de Isolamento da Polana Caniço, um homem de 38 anos de idade.

Já no dia 4 de Julho, perdeu a vida no Hospital Central de Maputo uma adolescente de 17 anos de idade, que além da Covid-19 tinha outras doenças do foro respiratório.

Em Cabo Delgado, concretamente, na Cidade de Pemba, morreu de COVID-19 no dia 28 de Maio, uma mulher que estava na faixa etária dos 44 aos 54 anos de idade. Também sofria de hipertensão.

No último dia 2 de Julho, Tete entrava nas estatísticas das províncias com registo de óbitos por COVID-19. Morria um homem de 58 anos, que esteve internado devido a várias outras doenças graves.

A 9 de Julho morre no Hospital Geral de Quelimane, província da Zambézia, um homem de 54 anos de idade.

Quanto à distribuição etária dos óbitos, a maioria são crianças: na faixa etária de cinco a 17 anos há três óbitos; na faixa dos 35 aos 44 anos, há dois óbitos; um óbito na faixa etária de 45 a 54 anos; dois óbitos na faixa dos 55 a 64 anos; e um óbito na faixa dos 75 a 84 anos de idade.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos