O País – A verdade como notícia

COVID-19: Moçambique com novo recorde diário de 895 infecções

O novo Coronavírus continua a multiplicar vítimas no país. Esta segunda-feira, foram anunciados mais 895 infectados e oito óbitos.

Dos 895 novos casos, 871 são moçambicanos, dois estrangeiros e 22 pacientes cuja nacionalidade ainda é desconhecida. As infecções resultaram de transmissão local.

De acordo com o Ministério da saúde, o cumulativo de casos diagnosticados em Moçambique, desde a eclosão do vírus em Março passado, é de 27.446. Destes, 27.130 são de transmissão local e 316 importados.

Em relação às mortes, a Saúde diz que ocorreram “entre os dias 13 e 18 de Janeiro” corrente, na cidade de Maputo (07) e província de Maputo (01), e resultaram do “agravamento do estado de saúde” dos pacientes durante o internamento.

Das vítimas, cinco são mulheres e três homens. Eles tinham idades que variavam entre 25 a 65 anos.

Deste modo, o número de óbitos por COVID-19 no país subiu para 249, dos quais 83 aconteceram em Janeiro em curso.

Em apenas 24 horas, 43 pessoas foram internadas por causa do novo Coronavírus na cidade de Maputo (24) e nas províncias de Nampula (06), Maputo (05), Tete (06), Zambézia (01) e Sofala (01).

Entretanto, outros 23 pacientes receberam alta hospitalar: 17 na capital do país, três na província de Tete, um em Nampula, igual número em Sofala e mais um em Inhambane.

Actualmente, 219 pessoas encontram-se internadas nos centros de tratamento da COVID-19 e noutros hospitais.

Duzentos e setenta e três pessoas estão recuperadas da doença e o total atingiu 18.880 (cerca de 68.8% dos infectados).

Noventa e dois pacientes são de Gaza, 90 da província de Maputo, 55 da capital do país, 24 do Niassa e 12 da Zambézia.

Todos os recuperados são indivíduos de nacionalidade moçambicana.

Em Moçambique há 8.313 casos activos da COVID-19.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos