O País – A verdade como notícia

COVID-19: Guterres critica excesso de vacinas nos países ricos e apela à partilha

Foi durante uma entrevista difundida ontem pela televisão canadiana CBC, citada pela Lusa que, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, criticou o armazenamento excessivo de vacinas contra a COVID-19 pelos países desenvolvidos e voltou a apelar para uma partilha com o resto do mundo.

Na ocasião, o secretário-geral da ONU acusou os países ricos de fazerem “stock” das vacinas para além das necessidades das suas populações.

“Parece-me muito preocupante o sistema muito injusto de distribuição de vacinas no mundo. Apelamos para os países desenvolvidos partilharem uma parte das vacinas que compraram”, disse Guterres referindo que “em muitos casos, foram compradas mais do que as que são necessárias”.

“É do interesse de todos garantir o mais rápido possível e de forma equitativa que o mundo inteiro seja vacinado e que as vacinas sejam consideradas como um bem público a nível mundial”, afirmou Guterres.

António Guterres lamentou que o sistema internacional de distribuição de vacinas Covax, de ajuda aos países mais desfavorecidos, esteja em “dificuldades”, por “stock” de vacinas, limitações às exportações e por falta de fundos para o Covax.

Para o secretário-geral da ONU, a saída da pandemia depende da “possibilidade de vacinar o mais rápido possível a população mundial e pediu um “mecanismo impulsionado pelo G20 para pôr em prática um plano de vacinação mundial”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos