O País – A verdade como notícia

COVID-19: Falta de doses atrasa vacinação no Brasil

A falta de doses disponíveis da vacina contra a COVID-19 no Brasil está a diminuir o ritmo de vacinação no país, cuja campanha nacional começou em janeiro. Autoridades locais, citados pelo Observador, afirmam que a vacinação já teve de ser suspensa por vários dias esta semana.

Autoridades no Rio de Janeiro, cidade que mais casos de morte regista, alertaram que só tinham doses suficientes para vacinar “até sábado”. “Esperamos a chegada de novas doses na próxima semana. Se não for o caso, a vacinação será interrompida”, alertou governo local em nota.

Em duas cidades da periferia do Rio de Janeiro, São Gonçalo e Niterói, a vacinação já teve de ser suspensa por vários dias nesta semana por falta de vacinas. O mesmo aconteceu em Salvador, capital da Bahia, que interrompeu a vacinação dos profissionais de saúde e atrasou o processo para as pessoas de 80 a 84 anos, que deve começar para a semana.

Em São Paulo, as autoridades de saúde também tiveram de adiar o início da vacinação dessa faixa etária, para 01 de Março.
“As datas foram definidas de acordo com a quantidade de vacinas disponíveis. E não é suficiente”, disse Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde de São Paulo, citado pelo Observador, nesta sexta-feira.

Segundo autoridades de saúde, até o momento, quase 12 milhões de doses, vacinas dos laboratórios chinês Sinovac e anglo-sueco AstraZeneca, foram distribuídas para todos os estados do Brasil e mais de 4,5 milhões de pessoas já receberam a primeira dose. Mas, de acordo com o jornal O Globo, 70% dos imunizantes restantes estão reservados para garantir a segunda dose.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos