O País – A verdade como notícia

COVID-19: Espanha, Bulgária e Polónia recebem vacinas da Astrazeneca

Mais três países da União Europeia receberam os primeiros lotes das vacinas da Astrazeneca. Trata-se da Espanha, Bulgária e Polónia.

O Ministério espanhol da Saúde, segundo a Euronews, decidiu que não vai administrar esta vacina a pessoas com mais de 65 anos, uma decisão já tomada por outros países.

A Bulgária, com sete milhões de habitantes, encomendou 4,5 milhões de doses e apostou fortemente na vacina da Astrazeneca, por ser mais barata e mais fácil de armazenar e utilizar, escreve a Euronews.

“A única maneira de lidar com uma pandemia global é garantir quotas justas em todo o mundo agora. Isso é o que se deve fazer. E tenho esperança que os líderes mundiais nas próximas semanas percebam que ter alguns países a vacinar muitas pessoas e, depois, países mais pobres com muito poucas vacinas não é realmente o caminho a seguir a nível económico, social, ambiental e até moral”, realçou o enviado especial da OMS para a COVID-19, David Nabarro, citado pela Euronews.

Mas a escassez de vacinas é o que mais preocupa os governos nacionais agora e há cada vez mais países da União Europeia a começarem a olhar para as vacinas chinesa e russa. A Áustria e a Eslováquia dizem estar dispostos a produzir as vacinas, desde que estas sejam aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos