O País – A verdade como notícia

COVID-19 causou impacto económico dramático e psicológico nas famílias

No país, a COVID-19 causou um impacto económico dramático nos agregados familiares. Esta é uma constatação de um inquérito da Save the Children. A organização diz ainda que para além de efeitos económicos, houve também efeitos psicológicos.

As histórias sobre os impactos do Coronavírus nos agregados familiares, sendo as crianças as maiores vítimas, foram recentemente descritas em um inquérito feito pela Save the Children. De acordo com o estudo que abrangeu 364 responsáveis de agregados familiares e 203 crianças nas províncias de Maputo, Gaza, Manica, Sofala, Tete, Zambézia, Nampula e Cabo Delgado, a COVID-19 teve um impacto dramático nos agregados familiares em Moçambique: 42% dos prestadores de cuidados declararam que os seus agregados familiares tinham perdido fontes de rendimento; 76% afirmaram ter perdido metade da sua renda; e 66% afirmaram que tiveram dificuldades em comprar alimentos.

O estudo da organização internacional aponta ainda que a COVID-19 teve impactos psicológicos negativos nas crianças, causando sensação de mal-estar e medo.

Consta ainda do inquérito da Save The Children que, durante a pandemia da COVID-19, e o confinamento, maior parte das crianças inquiridas não teve aulas à distância de forma regular, devido aos recursos.

O estudo que teve uma incidência sobre as zonas rurais do país fala também da violência doméstica como um dos elementos que aumentou durante o confinamento.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos