O País – A verdade como notícia

COVID-19: Brasil regista menos de 100 mortes pela primeira vez este ano

Foto: Agência Brasil

O Brasil registou, 3.838 novos casos da COVID-19 e 98 mortes associadas à doença, de acordo com os dados divulgados ontem pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde.

De acordo com o ministério da Saúde brasileiro, esta é a primeira vez que o país contabiliza menos de 100 mortes diárias associadas ao vírus desde 11 de Abril de 2020 (quando foram reportadas 68 vítimas mortais).  Na altura, o primeiro caso de COVID-19 tinha sido identificado no Brasil há menos de um mês, refere o Notícias ao Minuto.

Em termos acumulados, o país soma 21.814.693 casos de infecção e 607.922 óbitos desde o início da pandemia.

As médias diárias de óbitos e de infecções ficaram em 303 e 11.305, respectivamente, números que confirmam a tendência de queda da pandemia no Brasil.

Contudo, os números hoje divulgados são parciais, uma vez que os estados de Mato Grosso e Acre não conseguiram comunicar atempadamente os registos da doença das últimas 24 horas devido a problemas técnicos.

Além disso, durante os fins de semana e segundas-feiras os números costumam ser ligeiramente inferiores, uma situação que as autoridades de saúde brasileiras justificam com a falta de recursos humanos para processar os dados nesse período, acabando por serem consolidados nos dias seguintes.

Segundo a tutela da Saúde, a taxa de incidência da doença no país com 213 milhões de habitantes mantém-se em 289 mortes por 100 mil habitantes e a taxa de casos é de 10.381.

A diminuição no número de vítimas mortais e casos positivos nos últimos meses no Brasil é atribuída por especialistas aos avanços na campanha de vacinação.

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 155,1 milhões de brasileiros receberam a primeira dose de alguma das vacinas contra a doença e 120,7 milhões completaram o esquema vacinal.

São Paulo continua a ser o estado brasileiro mais afetado pela COVID-19, com um total de 4.406.252 infectados e 152.019 desde o início da pandemia.

Em números absolutos, o Brasil permanece na segunda posição mundial na lista de nações com mais mortes, depois dos Estados Unidos, e na terceira com mais casos positivos, antecedido pelos norte-americanos e pela índia.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos