O País – A verdade como notícia

Coronavírus: Número de mortes subiu para 362

O número de mortes provocadas pelo coronavírus subiu para 362, depois de 56 pessoas terem morrido na China e uma nas Filipinas, anunciaram as autoridades da província de Hubei.

No seu balanço diário, a comissão de saúde da província onde se situa Wuhan, a cidade onde começou o contágio, afirmou que foram registados 2.829 novos casos de infeção no surto de pneumonia provocado pelo novo coronavírus.

Desde Dezembro já surgiram 17.205 casos da doença na China, o que levou a Organização Mundial de Saúde a decretar uma emergência mundial. A doença já se espalhou a 20 países.
No domingo, morreu a primeira pessoa infectada fora da China, nas Filipinas: um chinês de 44 anos, natural de Wuhan.

Ainda no domingo, um avião que tinha a bordo 250 cidadãos europeus, entre eles 17 portugueses, retirados de Wuhan aterrou na base militar de Istres, no sul de Marselha, na França.

Este é o segundo avião que transporta cidadãos europeus entre a região mais afectada pelo coronavírus e França. O primeiro aterrou na sexta-feira com 180 pessoas a bordo.

Segundo as primeiras informações, nenhum dos passageiros apresentou sintomas de infeção durante a viagem. Alguns dos passageiros serão examinadas numa estância balnear perto de Marselha, onde já se encontram 179 pessoas em observação. Os portugueses a bordo foram transportados pela Força Aérea nacional para Portugal.

A OMS declarou na quinta-feira uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional por causa do surto do coronavírus na China.

A Nova Zelândia proibiu a entrada no país, por 14 dias, de estrangeiros de qualquer nacionalidade provenientes da China para impedir a propagação do novo coronavírus. Entretanto, até ao momento, nenhum infectado pela doença foi registado na Nova Zelândia.

A Nova Zelândia está ainda a preparar a retirada de perto de 60 neozelandeses retidos em Wuhan e que vão ser colocados em isolamento por duas semanas, em Whangaparaoa, uma pequena península com instalações militares na Ilha Norte.

Por seu lado, à vizinha Austrália, onde já foram confirmados 12 casos da pneumonia viral, devem chegar 270 pessoas retiradas de Wuhan e que vão ficar sob quarentena na ilha Christmas, no oceano índico e a milhares de quilómetros da Austrália.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos