O País – A verdade como notícia

Contentores de madeira apreendidos em Sofala

Cinquenta contentores contendo madeira não processada foram apreendidos pelas autoridades no distrito de Dondo, em Sofala, por apresentarem indícios de tentativa de exportação ilegal. A madeira foi cortada recentemente nas províncias da região Centro do país.

Uma fiscalização rotineira envolvendo os serviços de floresta e fauna bravia e o sector de meio ambiente em Sofala, culminou com a apreensão de 50 contentores contendo madeira não processada, do tipo chacate preto e sândalo, no estaleiro de uma empresa chinesa denomina Afanti Trading. As autoridades consideram que houve uma tentativa de exportar a madeira em touro para China, um acto proibido no país, com objectivo de garantir a sustentabilidade dos recursos florestais e a promoção da industrialização local e promoção de emprego.

São cerca de 700 metros cúbicos de madeira que foram cortados em vários pontos da região Centro e que percorreram vários quilómetros até este ponto passando por vários pontos de fiscalização.

Os representantes da empresa garantiram que não pretendiam exportar a madeira.

A empresa proprietária foi multada em 500 mil meticais e, de acordo com a lei, a madeira será revertida a favor do Estado, depois seguir-se-á um processo de venda em hasta pública.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos