O País – A verdade como notícia

Conhecidos os cinco representantes de África no Qatar

Fotos: CAF/UEFA

Camarões, Senegal, Gana, Marrocos e Tunísia garantiram a qualificação ao Campeonato do Mundo do Qatar, em Novembro e Dezembro deste ano. As cinco selecções africanas fazem parte das 32 que vão disputar a maior prova de futebol do mundo.

São apenas cinco as selecções que têm vaga para o Mundial de futebol e as cinco foram encontradas esta terça-feira.

Depois do triunfo por 1-0 no Mali, bastou aos tunisinos um empate caseiro para assegurar a sexta presença na fase final, depois de 1978, em que foram nonos, 1998, 2002, 2006 e 2018 – sendo que nunca ultrapassaram a fase de grupos.

Por seu lado, e depois de um empate 1-1 fora, Marrocos não deu hipóteses aos congoleses, que bateu com golos de Azzedine Ounahi (21 e 54 minutos), Tarik Tissoudali (45+7) e Achraf Hakimi (69), contra um de Ben Malango (77).

Os marroquinos estão pela sexta vez no Mundial, depois de 1970, 1986 – edição em que chegaram aos oitavos-de-final, após afastarem Portugal na fase de grupos e acabaram na 11.ª posição -, 1994, 1998 e 2018.

Na reedição da final do CAN dos Camarões, e depois da vitória caseira do Egipto, a tangente, o Senegal fez o mesmo na segunda mão, em casa, e arrastou o jogo para as grandes penalidades. Mo Salah falhou a primeira marcação para os faraós e Sadio Mané marcou o penalti decisivo e carregou os Leões de Teranga ao Qatar, com o resultado de 3-1 e garantindo a segunda presença consecutiva.

Gana acabou por se qualificar graças ao golo marcado fora, já que, em Acra, tinha empatado a zero e, em Abuja, a um golo, afastando a Nigéria da fase final.

Depois da derrota caseira por 1-0, os camaroneses empataram a eliminatória a uma bola com a Argélia e levaram o jogo ao prolongamento, momento em que se chegou ao desempate. Ahmed Touba, aos 118, ainda deu um pouco de alegria aos argelinos, mas, no último lance da partida, aos 120+4 minutos, Toko Ekambi tratou de levar os leões indomáveis a Qatar. A equipa camaronesa está na fase final pela oitava vez.

Pela primeira vez na história do continente, as três selecções que tiveram o melhor desempenho em fases finais dos Campeonatos Mundiais passados estarão juntas numa mesma prova. Camarões, no Itália-90, só foi afastado nos quartos-de-final pela Inglaterra por 3-2, Senegal, na Coreia e Japão, em 2002, também caiu na mesma fase diante da Turquia, com derrota à tangente, e Gana, no Mundial da África do Sul, em 2010, quedou-se aos pés do Uruguai nas grandes penalidades, também nos “quartos”, por 4-2, depois do empate a um golo nos 120 minutos.

As restantes selecções ainda não lograram passar dos oitavos-de-final.

 

CARLOS QUEIROZ DEIXA MENSAGEM DE DESPEDIDA APÓS ELIMINAÇÃO

O seleccionador do Egipto, Carlos Queiroz, lamentou que a sua equipa tenha perdido a “final” que a podia levar ao Mundial-2022 no Qatar, deixando uma mensagem em jeito de despedida nas redes sociais.

“Perdemos esta final, que não é só uma final, mas também a qualificação [para o Campeonato do Mundo]. Não há muitas coisas para dizer, apenas uma palavra aos jogadores pelo jogo que fizeram. Parabéns ao Senegal”, disse o técnico em declarações no final do jogo.

Mais tarde, numa mensagem nas redes sociais em jeito de despedida, o treinador português referiu que o “sonho acabou”, deixando um agradecimento à federação egípcia pela “honra de ser seleccionador”.

“Demos o nosso melhor, mas hoje não foi suficiente. A todos os jogadores e membros do ‘staff’, o meu reconhecimento e agradecimento. Vão estar sempre no meu coração e foi um privilégio trabalhar e ajudar os profissionais tão dedicados e capazes”, referiu.

No mesmo texto, Queiroz deseja “as maiores felicidades” e expressa “gratidão” para com todos os adeptos do Egipto, terminando a mensagem com um “ao futuro”.

O jogo ficou também marcado pelos ‘lasers’ verdes apontados pelos adeptos aos jogadores egípcios durante todo o jogo, incluindo o momento decisivo das grandes penalidades.

O seleccionador do Senegal, Aliou Cissé, estava feliz por conduzir a selecção ao Mundial, elogiando o desempenho dos seus jogadores.

“Estamos felizes. O nosso objectivo era a qualificação e podíamos tê-lo conseguido no tempo regulamentar, dadas as hipóteses que perdemos. Quero agradecer o apoio dos adeptos”, salientou.

 

PORTUGAL E POLÓNIA TAMBÉM GARANTEM VAGA NO QATAR

Portugal e Polônia estão, igualmente, classificados para a Copa do Mundo de 2022. A dupla europeia carimbou os passaportes para o Qatar nesta terça-feira, após as vitórias contra Macedônia do Norte e Suécia, respectivamente.

A jogar em casa, a selecção portuguesa, do astro Cristiano Ronaldo, contou com a estrela de Bruno Fernandes para se qualificar. O jogador do Manchester United marcou os dois golos de Portugal, uma em cada parte do jogo, para selar a vitória por 2-0 e garantir a quinta presença consecutiva numa fase final de um mundial.

Sob o comando do melhor jogador do mundo, Robert Lewandowski, a Polônia sofreu no primeiro tempo contra a Suécia, que teve oportunidades para abrir o marcador por Forsberg e Isak. No entanto, o avançado do Bayern de Munique colocou a selecção polaca na frente aos quatro minutos do segundo tempo e Zielinski ampliou aos 27.

Na fase final, já estão 27 selecções, as cinco africanas, uma da CONCACAF (Canadá), quatro da América do Sul (Argentina, Brasil, Equador e Uruguai), 12 da Europa (Alemanha, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Espanha, França, Inglaterra, Países Baixos, Polónia, Portugal, Sérvia e Suíça) e cinco da Ásia (Arábia Saudita, Coreia do Sul, Irão, Japão e o anfitrião, Qatar, que estava desde logo apurado para a fase final da competição).

Falta uma vaga pela Europa, que vai sair do jogo País de Gales e Escócia ou Ucrânia. Austrália vs Emirados Árabes Unidos e Nova Zelândia vs Ilhas Salomão lutam pelas outras duas vagas.

O Mundial de 2022 realiza-se no Qatar, de 21 de Novembro a 18 de Dezembro. O sorteio do Campeonato do Mundo tem lugar esta sexta-feira, em Doha.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos