O País – A verdade como notícia

Confirmadas mais oito infecções por Coronavírus no país

O MISAU anunciou este domingo mais oito casos com diagnóstico positivo à COVID-19, resultantes de análises de um total de 276 testes realizados no último sábado, subindo para um total cumulativo de 137 infectados no país.

“Dos oito casos novos hoje reportados, sete são de nacionalidade moçambicana e um de nacionalidade Zambiana. Salientar que, cinco casos apresentam-se sem sintomatologia e dois com sintomatologia leve”, anunciou hoje a directora nacional de Saúde Pública, Rosa Marlene.

De acordo com o MISAU, dos novos casos três são trabalhadores da multinacional francesa Total e foram diagnosticados no campo de Afungi, na província de Cabo Delgado.

“Na província de Cabo Delgado – Afungi – temos três indivíduos do sexo masculino de 26, 31 e 57 anos de idade. Todos funcionários da Total”, disse Rosa Marlene.

Os resultados mais recentes mostram uma evolução de casos para outras províncias, nomeadamente, Manica e Tete, que registaram as primeiras infecções.

“Na Província de Manica, distrito de Machaze, temos um indivíduo do sexo masculino, de 35 anos de idade, regressado da África da Sul e testado na província de Manica no dia 11/05/2020”e “na cidade de Tete, um indivíduo do sexo feminino de 25 anos de idade”, anunciou a fonte.

Tal como o caso de Manica, dos diagnosticados na cidade e província de Maputo, também constam cidadãos regressados da vizinha África do Sul, no âmbito da operação de repatriamento realizado na semana passada.

“Na cidade de Maputo temos um indivíduo do sexo masculino, de 32 anos de idade e outro de sexo feminino, de 22 anos de idade, regressada da África do Sul, cuja amostra foi colhida no Centro Transitório de Salamanga – distrito de Matuitíne no dia 08/05/2020). Este caso está em isolamento domiciliar, na província de Inhambane” e na província de Maputo, cidade da Matola “temos um indivíduo do sexo masculino, de 34 anos de idade, regressado da África da Sul, cuja amostra foi colhida no Centro Transitório de Manguaza no dia 10/05/2020”, revelou a dirigente.

Desde o início do processo de testagem no país, há sensivelmente dois meses, já foram testados 6.011casos suspeitos.

Até hoje um total de 687.476 passageiros tinham sido rastreados, dos quais, 14.365 submetidos à quarentena domiciliar, onde continuam 1.776 pessoas.

 

MAIS UM PACIENTE RECUPERADO

Segundo dados actualizados, o país registou mais um caso “totalmente recuperado”, conhecido como “caso 5 de Afungi – distrito de Palma”.

Trata-se, segundo o MISAU, de um indivíduo do sexo masculino, de 29 anos de idade e de nacionalidade moçambicana, que “cursou sem sintomatologia e cumpriu com isolamento domiciliar, durante o período da doença”.

Assim, Moçambique conta actualmente com 44 pacientes totalmente recuperados, e não há registo de óbitos.

O MISAU salientou que “uma das formas de prevenir a transmissão da COVID-19 é evitar estar em locais com aglomerados de pessoas”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos