O País – A verdade como notícia

Condicionada transitabilidade na estrada Marracuene-Macanete

Foto: O País

A chuva que caiu nos últimos dias deixou 190 km de estradas em Marracuene com transitabilidade condicionada e 14 km estão completamente intransitáveis. A via que parte da vila-sede até à localidade turística de Macaneta continua condicionada, o que afecta o transporte de pessoas e bens.

Célia Uthui e Fernando Magaia, residentes da localidade de Macaneta no distrito de Marracuene, Província de Maputo, desafiam mais de dez quilómetros a pé, porque, com o actual estágio da estrada, há falta de transporte.

“Vou chegar assim a pé, porque não há transporte aqui, devido à estrada que não permite a circulação dos carros”, disse Célia, cujas palavras foram secundadas pelo companheiro de viagem.

Assim, caminhar é a solução para muitos, enquanto uns são transportados em tractores e outros viajam nas camionetas de carga. “Nós temos que aproveitar estes que vão descarregar material lá do outro lado, são eles que nos têm ajudado no transporte”, descreveu Melina Xitsembe.

Depois da chuva, o troço, que parte da vila-sede até Macaneta, que compreende a uma extensão de cerca de 12 quilómetros, tornou-se lamacento e, por via disso, escorregadio, o que condiciona a transitabilidade. Andar por aquela estrada não basta, exige-se força. Um carro do empreiteiro que está a construir a estrada ficou preso na lama e só a niveladora conseguia puxar.

Actividade turística também se ressente da degradação da via. “A estrada agora não está a ajudar, por isso há falta de clientes”, disse Manuel Nandza.

A estrada em construção deve ser concluída e  entregue até 28 de Abril corrente, mas isso pode não acontecer. “Sim, o prazo revisto será mesmo em Junho de 2022”, esclareceu o presidente do Conselho de Administração da REVIMO, Ângelo Lichanga.

O director de Ordenamento Territorial e Infra-Estruturas diz que será feita intervenção de emergência nas estradas afectadas.

“No total, são aproximadamente 190 quilómetros de estradas, dos quais 14 quilómetros estão intransitáveis, pelo que vamos fazer intervenções de emergência e estamos já em contacto com os nossos parceiros”, referiu.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos