O País – A verdade como notícia

Comunidade de Chissinguane já tem acesso à energia na base de sistema solar

A comunidade rural de Chissinguane, uma região localizada no interior do distrito do Búzi em Sofala, já tem acesso, pela primeira vez de energia na base de um sistema solar denominado energiza.  A iniciativa é da GALP e abrange ainda as províncias de Manica e Cabo-delgado.

Trata-se de  um projecto de responsabilidade social da fundação Galp em parceria com o FUNAE, que visa a instalação de sistemas solares  e o acesso a energia eléctrica, denominado aldeias solares, em comunidades rurais das províncias de Cabo-Delgado, Manica e Sofala.

O objectivo é melhorar  a qualidade de serviços essenciais   dos beneficiários, nomeadamente a saúde e educação, pois haverá energia assegurada para escolas, unidades de saúde e residências.

O projecto foi acordado com  FUNAE em 2017 e traduz-se na instalação de quatro centrais  voltaicas para fornecer energias a população que nunca teve acesso a energia como é o caso de Chissinguane , onde foi inaugurado a primeira aldeia solar, a comunidade beneficiária  estava radiante.

Para a GALP a instalação eléctrica vai contribuir para que a população de Chissinguane possa concretizar os seus sonhos.

A energia aqui instalada tem a capacidade para alimentar 100 ligações. Neste momento já foram efectuadas 62 ligações.

O projecto  para as três províncias  está orçado em cerca de 40 milhões de meticais e cerca de seis mil pessoas  irão beneficiar da iniciativa.
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos