O País – A verdade como notícia

Comissão Política elogia FDS pela resposta em Mocímboa da Praia

Na primeira sessão ordinária, a Comissão Política da Frelimo eleita pelo 11º Congresso diz que teve informação dos recentes ataques lançados por um grupo de homens armados contra três posições da Polícia, em Mocímboa da Praia, incluindo o Comando distrital. Na sequência, o mais importante órgão do partido no poder “congratula-se pelo nível de prontidão operativa demonstrado pelas Forças de Defesa e Segurança, por restituir à sociedade o sentimento de segurança perturbado pelo crime”.

Além do caso registado a norte de Cabo Delgado, a Comissão Política também faz referência ao que chama de actos de vandalismo registados na vila-sede de Mandimba, província do Niassa. O órgão “insta” o Governo a trabalhar “arduamente” para esclarecer o crime, tomar as medidas apropriadas contra os infractores e reforçar a vigilância. “Aos agentes da lei e ordem que pereceram no cumprimento desta honrosa e prestigiante missão, a Comissão Política endereça às suas famílias os mais profundos sentimentos de pesar”, lê-se no comunicado.

Os sentimentos de pesar são também endereçados à família de Mahamudo Amurane e aos munícipes de Nampula. O órgão máximo da Frelimo no intervalo entre congressos “insta as autoridades competentes” a esclarecem o crime de assassinato do edil de Nampula e a levar os seus responsáveis à justiça. 

Como não podia deixar de ser, a primeira sessão da renovada Comissão Política dedicou um tempo para saudar os membros e militantes da Frelimo pela participação activa no XI Congresso, a Filipe Nyusi pela eleição ao cargo de presidente do partido e pela sua confirmação como candidato às eleições presidenciais de 2019.

Aos órgãos eleitos, a Comissão Política faz notar que devem trabalhar para garantir vitórias eleitorais da Frelimo e dos seus candidatos nas eleições de 2018 e 2019.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos