O País – A verdade como notícia

Combate ao terrorismo e à COVID-19 na agenda do quinto congresso da OMM

A Organização da Mulher Moçambicana (OMM) vai aproveitar o seu quinto congresso, a decorrer de 09 a 12 de Abril de 2022, para reforçar os apelos para a vigilância contra o terrorismo no país, sobretudo em Cabo Delgado, e prevenção contra a COVID-19.

Em conferência de imprensa, hoje, Mariazinha Niquice, secretária-geral da OMM, disse que os ataques terroristas e a pandemia do novo Coronavírus transcendem a responsabilidade do Governo, daí que o papel de todos, em geral, e das mulheres, em particular, é fundamental para estancar o mal.

Conforme disse, além de apelar pela vigilância, o encontro a decorrer na cidade da Matola, província de Maputo, vai servir para apresentar soluções inerentes a vários problemas que assolam a população moçambicana.

“Solidarizamo-nos com as nossas irmãs, camaradas e toda a população da província de Cabo Delgado, que já vêm sofrendo os ataques terroristas”, afirmou Mariazinha Niquice.

Na sua comunicação, a secretária-geral da OMM apontou, ainda, a necessidade de as mulheres continuarem nos esforços de luta contra o cancro de útero.

Entretanto, não são apenas os ataques terroristas e a pandemia da COVID-19 que preocupam a Organização da Mulher Moçambicana, a estrutura interna também vai dominar a agenda do evento.

A secretária-geral da Organização da Mulher Moçambicana enumerou, por exemplo, que, na reunião da agremiação, serão também debatidos o Programa Quinquenal para 2021-2025, a elaboração do Relatório Quinquenal 2016-2020, a revisão dos Estatutos da OMM, entre outros.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos