O País – A verdade como notícia

Comandante-geral da Polícia lança livro de memórias

“As marcas de um crime que nunca se apagam das memórias” é o título do livro do Comandante-geral da PRM a ser lançado na próxima segunda-feira em Maputo.

A ser lançado em três línguas, português, inglês e Francês o actual Comandante-geral da Polícia diz que transporta, neste livro, a sua convivência com o mundo do crime e revela alguns episódios por si assistidos no dia-a-dia que nunca se apagaram da sua memória. Aqui o autor diz que traz o que viu e viveu como polícia. Bernardino Rafael falou sobre o conteúdo que pode ser encontrado no seu livro de memórias.

“Escrevi este livro para transportar a convivência que tenho e tive com o crime como profissional; transportei o que eu tomei como ocorrência de tantos crimes que me marcaram a memória e que nunca se vão apagar. Todo crime deixa uma marca e eu tenho muitas marcas que me ficaram”, disse o autor.

O assassinato do primeiro presidente do Conselho Municipal do Xai-Xai, Faquir Bay Nalagi, constitui uma das marcas que marcou a vida profissional do actual Comandante-geral da Polícia. Esta obra, nos dizeres do autor, é uma confissão de um profissional que viu a banalização da vida humana pelos esquemas do crime.

A obra será lançada na próxima segunda-feira na baixa da cidade de Maputo e espera-se a participação de diversos actores sociais.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos