O País – A verdade como notícia

Com artilheiros de folga foi Dayo em evidência

Foto: O País

O jogador do Ferroviário da Beira apontou o primeiro dos dois golos com que a sua equipa venceu ao homónimo de Nacala, este domingo, que garantiram, não só a vitória, mas também o relançar da disputa do título, pelo menos até ao próximo final de semana. Maninho, outro jogador dos “locomotivas” de Chiveve, estreou-se a marcar, na sua terceira partida na competição

Os artilheiros do Moçambola 2021 têm estado de folga nos últimos jogos e já não marcam como o faziam no início da competição. Nesta que foi a 24ª jornada, foram apontados apenas sete golos, a segunda pior safra, depois de na jornada 12 terem sido apontados apenas seis golos.

Ao todo, o Moçambola-2021 já produziu 331 golos, uma média de 1.97 golo por jogo, tendo em conta que as 24 jornadas disputadas totalizam 168 jogos.

Os marcadores, esses, continuam a perseguição ao objectivo traçado pela Liga Moçambicana de Futebol, de apontar 20 golos para merecer o prémio de melhor artilheiro, conquistado na última temporada por Eva Nga, que ao serviço do Costa do Sol apontou 24 golos, em 2019.

Nesta temporada futebolística, o nigeriano Ejaita tem sido o jogador em evidência, não fosse ele o melhor marcador, com 15 golos, mas pressionado pelo moçambicano Dje, que têm menos dois golos. Aliás, estes dois jogadores estiveram frente a frente no domingo, no embate entre Ferroviário de Lichinga e Black Bulls, mas nenhum deles conseguiu visar a baliza contrária, acabando por ser Valter a marcar o único golo dos anfitriões, para dar vitória a equipa de Antoninho Muxanga.

Valter marcou o seu quarto golo no Moçambola 2021, depois de ter feito dois ao Ferroviário de Nampula e outro ao homónimo de Nacala.

 

DAYO APROXIMA-SE DE DJE

Os jogadores em evidência nesta jornada são do Ferroviário da Beira. Aliás, o embate entre os Ferroviários da Beira e de Nacala foi o único com três golos e, curiosamente, todos apontados pelos “locomotivas” de Chiveve.

Dayo fez o primeiro golo do jogo e o seu 11º na temporada, ficando agora a dois golos de Dje, que é segundo na lista dos artilheiros, e a quatro de Ejaita, melhor marcador.

Para além de Dayo, o capitão Maninho também fez o gosto ao pé, apontando o seu primeiro golo na temporada, após fazer o seu quarto jogo, uma vez que esteve lesionado durante grande parte da temporada.

O terceiro golo da partida foi apontado por Zainal, na sua própria baliza, reduzindo a desvantagem do Ferroviário de Nacala. Este foi o sexto autogolo na temporada, sendo que outros golos na própria baliza foram apontados por Roldão e Atanásio (ambos do Ferroviário de Lichinga), Agenor (UD Songo), Stélio (Desportivo Maputo) e Huga (Ferroviário de Maputo).

Os restantes golos desta jornada foram apontados Flávio, na vitória do Incomáti de Xinavane diante do Desportivo Maputo, Betão, que marcou de penálti para dar vitória a Associação Desportiva de Vilankulo, no embate frente ao Ferroviário de Maputo, e Fachy, que marcou para o Matchedje de Mocuba no jogo com a Liga Desportiva de Maputo.

Ao todo 126 jogadores já marcaram no Moçambola 2021, sendo 120 na baliza adversária e seis na própria baliza.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos