O País – A verdade como notícia

CNE e STAE recebem apoio para votação nas zonas afectadas pelo Idai

A União Europeia (UE) e a Cooperação Austríaca para o Desenvolvimento disponibilizaram 120 tendas para uso como mesas de assembleia de voto em zonas afectadas pelo ciclone Idai, em Março deste ano, no centro do país.
 
As tendas, orçadas em 265 mil euros (aproximadamente 17 970 108 meticais), foram adquiridas, localmente, no quadro do Programa de Apoio à Consolidação da Democracia em Moçambique, e entregues ao Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE).
 
As mesmas serão utilizadas em substituição de infra-estruturas destruídas pelo ciclone Idaí nas províncias de Sofala, Manica, Zambézia e Tete, segundo um comunicado enviado ao “O País” pela UE e Cooperação Austríaca.
 
As entidades justificam o apoio com a necessidade de “contribuir para os esforços da Comissão Nacional de Eleições (CNE) e do STAE, para que todos os cidadãos eleitores tenham a oportunidade de fazer a sua escolha democrática”, amanhã, “apesar dos efeitos negativos das mudanças climáticas sobre as suas áreas de residência”.
 
A UE e Cooperação Austríaca adiantam que, findo o processo eleitoral, as tendas ficarão sob a responsabilidade do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), para uso em eventuais futuras situações de emergência e, dessa forma, “assegurar a sustentabilidade e durabilidade desta assistência”.
 
Aquelas instituições financiam o Programa de Apoio à Consolidação da Democracia em Moçambique, com vista a “contribuir para a observação dos processos eleitorais, educação cívica e eleitoral dos cidadãos, com especial ênfase nas mulheres e jovens, a assistência à administração eleitoral e capacitação dos eleitos e apoio técnico aos órgãos como a Assembleia da República, Assembleias Provinciais, municípios após as eleições”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos