O País – A verdade como notícia

Cinco distritos da Zambézia sem meios para transportar doentes

Os distritos de Inhassunge e Chinde, zona sul da Zambézia, Mocubela, Mulevala e Namarrói a norte, debatem-se com problemas de meios circulantes para transportar doentes para o hospital de referência na cidade de Quelimane. Blayton Caetano, director provincial da Saúde, diz que o Governo da província e parceiros desdobram-se para a aquisição de meios.

“Reconhecemos a carência que temos nos nossos hospitais naqueles distritos, estamos a envidar esforços para que a breve trecho ultrapassemos a situação. De facto, os distritos de Inhassunge, Chinde, Mocubela, Namarrói e Mulevala são os que, neste momento, precisam de meios circulantes , disse Blayton Caetano.

Para materializar a aquisição daqueles meios, o Governo da Zambézia precisa de aproximadamente 20 milhões de meticais, valor não disponível para o efeito. Segundo vários contactos também estão a ser mantidos junto dos parceiros para que se materialize a aquisição dos meios por forma a salvar vidas humanas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos