O País – A verdade como notícia

Cientista moçambicano convidado a participar da reunião do Prémio Nobel de Lindau

Foto: O País

O cientista moçambicano Domingos Macuvele faz parte dos 600 cientistas do mundo convidados para participar da 71ª reunião do Prémio Nobel de Lindau, que junta os vencedores de prémios nobel de diferentes áreas. O evento terá lugar de 26 de Junho a 01 de Julho, na Alemanha.

Anualmente, vencedores do Prémio Nobel e jovens cientistas juntam-se na cidade de Lindau, na Alemanha, para promover o intercâmbio científico entre diferentes gerações, culturas e disciplinas. O evento acontece desde 1951.

Este ano, Moçambique far-se-á representar pelo cientista Domingos Macuvele, docente na Universidade Rovuma e, neste momento, no Brasil a fazer o pós-doutoramento engenharia química.

“Para mim este evento significa muita coisa e por vários motivos. Os critérios de selecção são meramente científicos e seleccionaram 600 jovens cientistas de todo mundo para a área de Química. Estar neste grupo selecto para mim é uma grande alegria. Como cientista nunca me preocupei com prémios, o que me move é a curiosidade”, disse Domingos Lusitâneo Macuvele.

Macuvele, de 35 anos de idade, foi distinguido como um dos 600 jovens cientistas mais qualificados no mundo e convidado a participar na 71ª reunião do Prémio Nobel de Lindau, e fala da sua expectativa em relação ao evento.

“A expectativa é enorme, será uma honra estar no mesmo evento com pessoas que já ganharam prémio nobel. Qualquer cientista não sonha em ganhar um prémio desses, mas sonha em estar próximo de alguém que já ganhou. Espero sair do evento inspirado”, Domingos Macuvele.

As reuniões não estão centradas na apresentação de resultados de pesquisas, mas sim na troca de ideias e discussão de temas globalmente relevantes para todos os cientistas. A 71ª reunião terá lugar de 26 de Junho a 01 de Julho.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos