O País – A verdade como notícia

Cidade e província de Maputo sem água num dia de calor intenso

Alguns bairros da cidade e província de Maputo terão pouco ou nenhum acesso à água, este sábado, porque o Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água (FIPAG) vai restringir o fornecimento, devido à manutenção na linha de energia que alimenta a Estação de Tratamento de Água de Umbelúzi.

O FIPAG prevê restabelecer o abastecimento no domingo. Contudo, citadinos interpelados pelo “O País” sobre a restrição lamentam o facto, uma vez que além da necessidade do precioso líquido para a lavagem das mãos, no âmbito da prevenção da COVID-19, a cidade e província de Maputo estão sob intenso calor, desde quinta-feira.

Filomena António, munícipe da cidade da Matola, mostrou-se indignada com a falta de água, visto que sem o preciso liquido a vida fica limitada.

A indignação foi também manifestada Orlando Simbine, para quem numa altura em que a lavar as mãos é prioridade, devido à pandemia da COVID-19, não devia haver restrições no abastecimento de água.

Segundo o mesmo, “a falta de abastecimento da água irá prejudicar imenso a lavagem constante das mãos, o que os obrigará” a percorrer “grandes distâncias e a despender valores” à busca de outras fontes para a obtenção de água.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos