O País – A verdade como notícia

Cidade de Vilankulo incrementa produção de hortícolas

O aumento dos níveis de produção de hortícolas, naquela cidade, resulta, por um lado, das diversas iniciativas levadas a cabo pelo Conselho Municipal, visando incentivar a prática da actividade agrícola e, por outro lado, pelo empenho dos mais de 500 produtores que exploram as zonas baixas que constituem a cintura verde da cidade de Vilankulo.

Das várias acções desenvolvidas pelo Conselho Municipal da Cidade de Vilankulo, com vista a estimular a actividade agrícola no sector familiar, destaca-se a aquisição de pesticidas, insumos agrícolas, incluindo diversas sementes melhoradas.

Aliás, no âmbito da melhoria das condições de produção de comida, há dias, a edilidade de Vilankulo rubricou, com a Escola Superior de Desenvolvimento Rural da Universidade Eduardo Mondlane (ESUDER), um memorando de entendimento cujo objectivo é prestar assistência técnica aos produtores locais, o que poderá impulsionar o desenvolvimento da agricultura e criação de animais. É um caso pra dizer que as duas entidades se unem para dinamizar a actividade agro-pecuária no respectivo município.

Assim, à luz do acordo celebrado, a ESUDER deverá garantir apoio na elaboração de planos de negócios para os pequenos e grandes produtores da autarquia de Vilankulo.

O Conselho Municipal de Vilankulo, por sua vez, tem de, entre outras responsabilidades, garantir a disponibilização do material de treinamento aos técnicos da ESUDER e produtores agrários.

A edilidade deve, ainda, em cumprimento deste acordo, isentar a ESUDER do pagamento das taxas municipais, no acto da realização das suas actividades de investigação científica e promoção dos seus produtos e serviços na área municipal.

O presidente do Conselho Municipal da Cidade de Vilankulo, William Tunzine, disse que a implementação do acordo celebrado com a ESUDER vai contribuir no aumento dos níveis de produção naquela autarquia.

O director da Escola Superior do Desenvolvimento Rural de Vilankulo, Bartolomeu Tangune, espera uma melhoria, não só na sua área de produção de comida e criação de animais, mas também na formação de estudantes.

O presidente do Conselho Municipal da Cidade de Vilankulo, William Tunzine, esteve em algumas baixas da cintura verde, tendo ficado impressionado com o verde das culturas que se encontram nos canteiros, na sua maioria, já na fase de maturação.

Trata-se de tomate, alface, cebola, couve, repolho, cenoura, pimento, entre outras culturas que, outrora, a cidade de Vilankulo, recebia dos produtores de Mapinhane e Pambara, que trabalham nas margens do rio Govuro.

O Edil constatou, igualmente, que muitos produtores beneficiários do apoio do Conselho Municipal de Vilankulo estão a melhorar as suas condições de vida, “porque produzem, vendem e, com o dinheiro, conseguem suprir algumas necessidades do dia-a-dia”, acrescentou William Tunzine

Na interação com o edil, durante a visita às zonas baixas da cintura verde, os produtores da cidade de Vilankulo pediram apoio em bombas de pulverização para o combate a pragas e doenças que ameaçam as suas culturas.

William Tunzine prometeu responder, positivamente, ao pedido, afirmando que a edilidade vai adquirir e alocar bombas de pulverização em todas as zonas baixas, onde as famílias desenvolvem a actividade agrícola para a melhoria da sua renda.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos