O País – A verdade como notícia

Cidade de Maputo regista mais uma morte por Coronavírus

Um homem de 60 anos de idade morreu por Coronavírus, no domingo, na cidade de Maputo. A vítima, de nacionalidade moçambicana, ficou a saber que estava infectada no dia 29 de Setembro e estava internada, segundo o Ministério da Saúde.

A cidade de Maputo já soma 47 mortes, num total de 67 em todo o país.

O cumulativo de pacientes internados aumentou de 253 para 258, de segunda para terça-feira. Entre eles, 47 ainda lutam pela vida nos centros de internamento criados para pessoas com COVID-19 e em alguns hospitais.

Maior parte desses doentes encontra-se na cidade de Maputo, esclarece o Ministério da Saúde, salientando que eles “padecem de patologias crónicas diversas, sendo que as mais frequentes são a hipertensão e as diabetes”.

Contudo, mais 254 pessoas recuperaram da COVID-19 na cidade de Maputo (206), províncias da Zambézia (19), Tete (17), Cabo Delgado (10) e Inhambane (02).

Dos indivíduos recuperados, 253 são moçambicanos e um indiano. Assim, o país conta com 6.358 (67.6%) cidadãos livres do Coronavírus.
Com mais 102 casos positivos reportados pelo Ministério da Saúde esta terça-feira, Moçambique soma um cumulativo de 9.398 infectados. Destes, 9.102 são de transmissão local e 296 importados.

Dos casos novos, a cidade e província de Maputo registaram maior número, 58 e 27, respectivamente.

Em Moçambique, 2.457.373 pessoas já foram rastreadas para a COVID-19 em diferentes pontos de entrada. Destas, 42.688 foram submetidas à quarentena domiciliária.

Segundo o Ministério da Saúde, neste momento, 5.789 indivíduos observam quarentena domiciliária e outras 2.186 são contactos de pessoas infectadas e estão em seguimento.

Em África, 1.518.662 cidadãos testaram positivo para a COVID-19. O cumulativo de óbitos atingiu 36.921 e actualmente há 1.256.284 pessoas recuperadas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos