O País – A verdade como notícia

Cidade de Maputo já tem caravana de vacinação contra COVID-19

Foto: O País

A Cidade de Maputo acolhe, a partir hoje, a caravana de vacinação, que prevê vacinar o maior número de pessoas com idade superior a 18 anos.

A caravana estará posicionada nos pontos de maior aglomeração, como mercados e terminais de transporte público, esta é a fase-piloto e terá a duração de oito dias. Segundo o Edil da Cidade de Maputo, Eneas Comiche, o local escolhido para fase-piloto deve-se ao facto de Maputo ter maior número de casos activos, cerca de 52 por cento de todo o país e 87 por cento de casos de internamento, se comparado a outras províncias.

“Esta é uma razão muito forte para tomarmos o máximo cuidado de modo a que novas infecções e óbitos não se multipliquem”, disse Comiche.

Ao aproximar ainda mais as brigadas de vacinação ao cidadão, pretende-se em curto espaço de tempo vacinar maior número de pessoas, e conforme explicou o Ministro da Saúde, Armindo Tiago, a estratégia será o uso da vacina Johnson & Johnson que é de dose única, para maior eficácia da caravana.

“Temos vacinas suficientes para vacinar as pessoas com mais de 18 anos”, garantiu o ministro da Saúde. De seguida, apelou “queremos chamar atenção de todos munícipes da Cidade de Maputo, mas também, de todo o país, para garantir que quando elegíveis sejam vacinadas o mais rápido possível”.

A iniciativa vai decorrer até ao dia 20 de Dezembro e depois será estendida para outros pontos do país, a previsão é alcançar o maior número possível de cidadãos.

Com o avanço da vacinação massiva, a previsão de Armindo Tiago é acelerar o plano de vacinação e, ainda este mês, avançar para a quarta fase de vacinação, inicialmente prevista para o próximo ano.

Segundo o governante, a vacinação contra a COVID-19 tem-se mostrado uma importante arma na prevenção da doença, uma vez que no país há uma redução no número de mortes e internamentos de pessoas vacinadas, quando comparado aos que não se vacinaram.

A campanha de vacinação iniciou a 8 de Março e até ao momento pouco mais de sete milhões de pessoas já foram vacinadas e destas, mais de quatro milhões e 600 mil já estão completamente imunizadas.

Para além de vacinação, a caravana irá oferecer outros serviços de saúde como testagem do HIV/SIDA, pressão arterial e diabetes.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos