O País – A verdade como notícia

Cidade de Cuamba tem asfalto pela primeira vez

Foto: O Pais

A cidade de Cuamba, na província de Niassa, tem as ruas e avenidas asfaltadas pela primeira vez desde que existe há 50 anos.  O trabalho em curso faz parte do projecto de asfaltagem da Estrada Nacional n°. 13, no troço Cuamba-Muita.

A cidade de Cuamba é a capital económica da província de Niassa e, desde a sua elevação à categoria de cidade, em 1971, tinha, até há pouco tempo, apenas uma estrada asfaltada (que passava defronte da administração), e, há cerca de 20 anos que esse mesmo asfalto desapareceu, pelo que existem munícipes daquela urbe que não sabiam o que é transitar em ruas e avenidas asfaltadas ou mesmo pavimentadas.

Flávio Daniel, de 18 anos de idade, é disso um exemplo: “vejo coisas que nunca tinha visto. Está a mudar.”

Uma imagem de estradas de terra batida, levantando poeira a todo o momento, que ficou para a história, pois, com a asfaltagem da Estrada Nacional n°.13, que atravessa a cidade, foi contemplada a asfaltagem de 5,2 km de vias de acesso do centro daquela cidade. As obras em causa compreendem o troço Cuamba-Muita e estão na responsabilidade do Governo central, representado pela Administração Nacional de Estradas (ANE).

“As estradas estão muito bem organizadas”, disse Graça Saíde, munícipe de Cuamba.

O mesmo sentimento tem Juliano Manica, também munícipe de Cuamba, que lembra que “o Município está a crescer, está a desenvolver, sobretudo quando olhamos para as estradas vicinais da urbe que estão asfaltadas e pavimentadas, isto marca uma diferença entre o antes e o agora. Mas também sabemos que isto resulta, sobretudo de asfaltagem, da intervenção do Governo central”.

O Município também está a fazer a sua parte, reabilitando o jardim municipal e pavimentando algumas ruas e avenidas que ligam a cidade aos bairros periféricos.

“A maior parte das estradas, que fazem ligação com os bairros suburbanos, está a ser reabilitada; estamos a construir uma estrada sobre o rio Nassopa que vai beneficiar a população que fica noutra margem do rio”, assegurou Hizidro Sacur, vereador de Actividades Económicas em Cuamba.

A cidade de Cuamba é um ponto económico estratégico e fica no corredor Nampula-Lichinga.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos