O País – A verdade como notícia

Ciclone Idai: não houve registo de vítimas nas penitenciárias de Sofala e Manica

Diversas infra-estruturas penitenciárias ficaram destruídas devido ao ciclone Idai. O Serviço Penitenciário registou 12 casos de diarreia entre os prisioneiros.

Privada da liberdade, a população prisional no centro do país viu passar ao lado a fúria do Idai, o ciclone mais devastador dos últimos anos. Apesar de não ter causado vítimas, o ciclone deixou um rastro de destruição nas cadeias.  

Depois da tempestade vem a bonança, já diz um velho adágio, mas para alguns reclusos, depois da tempestade, veio a diarreia.

Clemente Intsamuele falava na primeira conferência mensal do SERNAP, na qual revelou também que a população prisional é de cerca de 19 mil prisioneiros, num país que tem a capacidade para 8.498 reclusos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos