O País – A verdade como notícia

Ciclo de cinema exibe “Morangos silvestres” de Bergman

Amanhã será mais um dia de cinema, no Teatro Avenida, na cidade de Maputo. Igualmente, o filme que será exibido, quando forem 18 horas, é da autoria do célebre Ingmar Bergman, realizador sueco que muito se notabilizou no século passado.

Depois do badalado O sétimo selo, projectado semana passada, amanhã será a vez de Os morangos silvestres, um filme sueco de 1957, com Bibi Andersson, Folke Sundquist, Gunnar Björnstrand, Ingrid Thulin e Victor Sjöström no elenco.

Os morangos silvestres é uma longa-metragem com hora e meia de duração. O enredo envolve um professor de medicina aposentado, Isak Borg, que viaja de Estocolmo para Lund, na Suécia, com sua nora grávida e infeliz, Marianne, para receber um diploma honorário da universidade onde estudou. Ao longo do caminho, o médico idoso vê-se obrigado a reflectir sobre os prazeres e as falhas da sua própria vida.

Morangos Silvestres é considerado um dos melhores filmes de Ingmar Bergman e consta da lista dos mil melhores filmes produzidos, da New York Times. Esta produção de Bergman recebeu o prémio Urso de Ouro para Melhor filme, no Festival Internacional de Berlim (1958), tendo sido indicado para a categoria de Melhor filme no Bafta (1959). No Globo de Ouro de 1960, venceu a categoria Melhor Filme estrangeiro.

 

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos