O País – A verdade como notícia

Chuva matou 20 pessoas e ameaça outras 160 mil na Zambézia

Foto: O País

Pelo menos vinte pessoas morreram e 11 ficaram feridas, entre Outubro passado a esta parte, na província da Zambézia, devido à chuva cuja queda está prevista para até Março próximo em todo o país. Segundo o Instituto Nacional de Gestão de Desastres (INGD), outras mais de 160 mil pessoas estão em risco de ser assoladas pelas inundações.

Nas últimas 24 horas, o caudal do rio Licungo aumentou para 5.10 metros de altura e está a 90 centímetros para atingir o nível de alerta.

O INGD na Zambézia, Nelson Ludovico, disse que face aos 20 óbitos, 11 feridos de destruição de algumas infra-estruturas, a instituição está atenta à queda da chuva e ao incremento dos caudais dos rios, pois há risco de inundações.

Neste momento, o INGD aponta para pelo menos 160 mil pessoas que serão afectadas, das quais 10 mil já se ressentem dos efeitos da situação, daí que no terreno decorrem as acções para assistência das vítimas, em caso de necessidade.

O responsável fez saber também que há embarcações disponíveis para responder a eventuais casos de pessoas desalojadas nos distritos de Chinde, Mopeia, Luabo e Morrumbala.

“Como sabe vai continuar a chover a montante, no vizinho Malawi”, haverá descargas no rio Zambeze, o que poderá “originar situações não boas”, disse Nelson Ludovico.

Zambézia conta com 257 comités de gestão de risco, que trabalham na sensibilização das comunidades de modo que não sejam vulneráveis danos resultantes das calamidades naturais.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos