O País – A verdade como notícia

Chuva destapa e cria novos buracos nas estradas da Cidade de Maputo

Foto: O País

A chuva que cai desde domingo aumentou a profundidade dos buracos que já existiam e criou novos em várias estradas da Cidade de Maputo. Em algumas vias, a transitabilidade chega a ser um perigo, o que deixa os automobilistas agastados, sobretudo, porque sentem que o Município pouco faz para resolver o problema.

Há mais buracos nas estradas da capital do país. É na verdade um velho problema que se agudizou com a chuva que cai há dias. Na avenida das Estâncias até tentou-se colocar pedras para tapá-los, mas a chuva desfez tudo, colocando a nu a incapacidade da edilidade em resolver o problema.

Horácio Virgílio, condutor que passava a bordo do seu carro, deplorou a situação na qual se encontrava a estrada que há poucos dias tinham sido tapados os seus buracos. “Quando chove aquilo que eles puseram sai de novo e os buracos mantêm-se no mesmo sítio, não é”.

Próximo à avenida das Estâncias, na avenida da Organização das Nações Unidas, que, por enquanto, não está nas  prioridades para o Município intervir, os buracos também aumentam em número e profundidade.

A indignação dos cidadãos, sobretudo os automobilistas é constante, até porque confiam na edilidade para corrigir a situação, mas tudo é, até aqui, uma utopia.

Ramos Canda, automobilista, deplora a situação. “Realmente aqui não se anda, os buracos estão a aumentar cada vez mais e, com esta chuva, andamos muito transtornados, não se anda, a situação não está nada favorável”.

Esta degradação acentua-se com a queda da chuva. E, no cruzamento das avenidas Eduardo Mondlane e Tomás Nduda, enquanto a chuva caía, abriu-se uma cratera. Na manhã desta terça-feira, o local já está a ser reabilitado, como esclareceu França Cumbe, técnico de obras, na empresa encarregue de intervir naquele incidente.

“O que acontece é que temos vários dutos no sistema de drenagem, então devido à queda de precipitação, uma delas acabou cedendo e bloqueou a água. Foi o que aconteceu para surgir a mini cratera e a nossa intenção é fechá-la”.

A avenida Julius Nyerere, no troço entre a Praça dos Combatentes e a Praça da Juventude, a situação é crítica. Diga-se, a Cidade de Maputo foi, literalmente, assaltada por buracos.

Enquanto isso, uma parte da rua da Beira está inundada, cabendo à coragem de cada automobilista enfrentar a água.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos