O País – A verdade como notícia

“Champions” europeia regressa com jogos sensacionais

Fotos: UEFA

Esta terça-feira disputam-se os jogos dos grupos A, B, C e D, com destaque para as equipas portuguesas que procuram vencer depois das derrotas na jornada passada. O Porto recebe o AC Milan e o Sporting visita o Besiktas. Outro jogo de destaque é o embate entre o Atlético Madrid e o Liverpool.

Encerra esta semana a primeira volta da fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus com jogos de grande interesse, nos primeiros quatro grupos. As equipas portuguesas, Porto e Sporting, têm a oportunidade de entrar na luta pela fase seguinte, devendo vencer os jogos que têm nesta terça-feira.

 

DUELO DE GIGANTES NO DRAGÃO

O Porto e o Milan defrontam-se pela primeira vez em 18 anos numa altura em que ambos tentam a primeira vitória no Grupo B. Num duelo de gigantes, a história até favorece o clube italiano, pois nunca perdeu em oito anteriores visitas a Portugal e, na Cidade Invicta, o seu registo é de um triunfo e três empates, tendo sofrido apenas um golo. Está, então, na hora de mudar a história!

E o Porto pode aproveitar o facto de muitos jogadores do Milan não terem experiência internacional da Liga dos Campeões, para sair com os três pontos e entrar na discussão da passagem à eliminatória seguinte, bastando para tal esperar que o embate entre Atlético e o Liverpool termine com empate.

 

SUÁREZ REGRESSA ONDE JÁ FOI FELIZ

Luis Suárez marcou 82 golos em 133 jogos pelo Liverpool, clube que agora reencontra num jogo de acerto de contas. A última vez que o avançado uruguaio defrontou uma equipa inglesa foi no triunfo sobre o Barcelona, por 4-0, quando os “reds” eliminaram os catalães nas meias-finais de 2018/19, ao passo que o Liverpool viu a defesa do título terminar na temporada seguinte por culpa de uma derrota frente ao Atlético.

 

SPORTING PARA CONFIRMAR A HISTÓRIA

Beşiktaş e Sporting precisam de somar pontos após duas derrotas nos dois primeiros jogos no Grupo C. As duas equipas só se encontraram uma vez, na fase de grupos da UEFA Europa League de 2015/16, e na partida realizada na Turquia os “leões” empataram 1-1. Aliás, em termos históricos o jogo não pende para o lado dos visitados, pois em oito tentativas nunca venceram em casa uma equipa portuguesa.

Os “leões” precisam somar pontos e tentar apagar a má imagem deixada nos primeiros dois jogos, até porque, em caso de não conseguir pontos diante do Ajax e Dortmund, tem que procurar chegar à Liga Europa frente ao Besiktas.

O Ajax e o Borussia Dortmund, por seu turno, querem garantir o quanto antes a qualificação à fase seguinte e, no embate entre ambos, quem sair em vantagem pode ser um passo gigante dado.

 

OUTROS EMBATES NÃO MENOS IMPORTANTES

O Club Brugge vem de uma vitória no último jogo disputado. O confronto com Kortrijk, a contar para a Pro League, terminou com o resultado final de 2-0. Os jogadores de P. Clement entraram em campo com um 4-3-3.

Do outro lado temos a equipa visitante que chega a este confronto depois de um empate na partida anterior. Em jogo válido para Premier League, o Manchester City, que actuou no sistema tático 4-3-3 enfrentou o Liverpool e o placard terminou 2-2.

O que fica para a memória deste encontro que acabou empatado, foi a forma como Kevin De Bruyne se destacou. As acções da equipa do Manchester City foram quase todas dirigidas por ele que assim quase conseguia levá-los ao triunfo.

Nesta fase de grupos cada equipa tem 3 jogos disputados em casa, o que faz com que as equipas não queiram perder qualquer ponto quando jogam no seu campo de forma a garantir presença nos playoffs. Considerando este factor é provável que o Club Brugge assuma o controlo de jogo, com mais posse de bola e chances de fazer golo, ficando um passo mais próximo da vitória ou pelo menos de garantir um empate.

É a primeira vez que o Club Brugge enfrenta o Manchester City nas últimas 20 partidas da competição, o que já garante um duelo histórico para as duas equipas, afinal, trata-se de um confronto decisivo da Champions League.

O Paris eliminou o Leipzig rumo à final de 2020 e agora reencontram-se num duplo confronto que pode ser decisivo para as aspirações do clube alemão, derrotado nas duas primeiras rondas.

O Shakhtar Donetsk vem de uma vitória no último jogo disputado. O confronto com a Zorya, a contar para a Premier League, terminou com o resultado final de 6-1. Os jogadores de R. De Zerbi entraram em campo com um 4-2-3-1.

Do outro lado temos a equipa visitante que chega a este confronto depois de uma derrota na partida anterior. Em jogo válido para a La Liga, o Real Madrid, que actuou no sistema tático 4-1-3-2, enfrentou o Espanhol e o placard terminou 2-1.

Nesta fase de grupos cada equipa tem 3 jogos disputados em casa, o que faz com que as equipas não queiram perder qualquer ponto quando jogam no seu campo de forma garantir presença nos playoffs. Considerando este factor é provável que o Shakhtar Donetsk assuma o controlo do jogo, com mais posse de bola e chances de fazer golo, ficando um passo mais próximo da vitória ou pelo menos de garantir um empate.

Ao contrário do Real Madrid a equipa do Shakhtar Donetsk apresenta resultados menos regulares nos últimos cinco encontros.

No jogo anterior entre estas equipas, o triunfo foi difícil de obter!

A última vez que estas equipas se defrontaram foi numa partida da Champions League, em 2020-12-01, referente à temporada 2020/2021, que terminou com um resultado de 2-0 para o Shakhtar Donetsk.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos