O País – A verdade como notícia

Cerca de mil mineiros presos numa mina em Joanesburgo

Cerca de mil mineiros estão presos numa mina localizada a 240 quilômetros a sudoeste de Joanesburgo concretamente na província de Free State. E outros perto de 300 foram resgatados com vida pela equipa de socorro. Tudo aconteceu na madrugada desta quinta-feira após um corte de eletricidade provocado por uma tempestade.

A companhia proprietária da mina de ouro, Sibanye Gold, revelou que a companhia sul-africana de eletricidade Eskom conseguiu restabelecer um dos elevadores, o que permitiu o resgate dos 272 mineiros de um dos setores da mina.

O porta-voz da companhia, James Wellsted, garantiu ontem que não há grandes riscos de vida uma vez que os mineiros presos estão agrupados numa zona segura, onde a ventilação funciona. O porta-voz citado pela imprensa local naquele país e estrangeira garantiu que as equipas de resgate estão a fazer de tudo para resgatar todos os mineiros com vida.

Consta que os geradores da mina, que deveriam ser ativados logo após o corte de eletricidade mas não funcionaram devido a falha do sistema.

Em reacção ao assunto a associação sindical dos mineiros naquela companhia onde ocorreu o acidente considerou muito grave o caso e denunciou a falta de plano de socorro na mina no que diz respeito a alternativas de alimentação de eletricidade.

As minas Sul-africanas contam com mão-de-obra moçambicana mas para o acidente registado na madrugada desta quinta-feira ainda não há informações das nacionalidades dos mineiros vítimas do acidente, pelo que não se sabe se há ou não moçambicanos.

Os acidentes em minas são frequentes na África do Sul, país que possui as minas mais profundas do mundo, com as extrações de minérios durante décadas, particularmente de ouro, a fazerem crescer a economia sul-africana. Em 2017, 77 mineiros morreram, de acordo com a câmara sul-africana das minas.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos