O País – A verdade como notícia

Cerca de 900 crianças deixam de estudar ao relento

Cerca de 900 alunos do ensino primário deixarão de estudar ao relento no bairro Tsalala, na província de Maputo, depois da intervenção do Governo do distrito da Matola, em parceria com o Conselho Municipal local. Para o efeito, foi inaugurada, na última sexta-feira, a Escola Primária 7 de Setembro com capacidade para 15 turmas, divididas em regime de três turnos.

A escola, com cinco salas, com capacidade para 25 carteiras de dois lugares cada, foi construída para reforçar a capacidade da Escola Primária de Tsalala, que conta com 10 salas de aula e mais de dois mil alunos a estudar ao relento, no distrito da Matola. “Esta escola vai significar um ganho para as crianças e terá um impacto positivo ao nível da comunidade, porque vai reduzir o número de turmas ao ar livre na escola mais próxima, que tinha cerca de 38 turmas ao ar livre”, disse José Langa, director da nova escola, acrescentando que é um ganho também para a escola, porque em dias de chuva e ventos fortes os alunos ao ar livre não tinham aulas. Outro ganho que escola traz é a redução da distância que estes alunos percorriam de suas casas até à escola mais próxima.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos