O País – A verdade como notícia

Cerca de 160 pessoas recebem assistência alimentar do PMA

Pouco mais de 160 mil pessoas estão a receber assistência alimentar do Programa Mundial para a Alimentação (PMA) devido à fraca produção nas zonas afectadas pelas mudanças climáticas.

O aumento global de dois a quatro graus celsius nas temperaturas poderá deixar quase um bilião e oitocentas milhões de pessoas vulneráveis e aumentar o nível de insegurança alimentar no mundo. Mas em Moçambique o problema já se faz sentir, apesar da boa produção agrícola na presente campanha.

Nas províncias afectadas, o Programa Mundial para a Alimentação diz estar a prestar assistência alimentar a pouco mais de 160 mil pessoas, das 814 mil pessoas que acredita que passam fome.

O representante do PMA falava nesta terça-feira num encontro de reflexão sobre o impacto das mudanças climáticas. Na ocasião, o Instituto Nacional de Gestão de Calamidade alertou que a probabilidade de ocorrência do fenómeno el Ninõ, caracterizado por elevadas temperaturas e falta de chuvas, é alta, rondando os 70 a 75 por cento.
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos