O País – A verdade como notícia

CDN regista aumento de 28% no transporte de carga

A empresa Corredor de Desenvolvimento do Norte (CDN) transportou no ano passado 510 mil toneladas de carga diversa, tendo registado um aumento de 28% se comparado com 2017. Os gestores dizem que o negócio é rentável, por isso vão continuar a investir.

O Corredor Logístico do Norte é a empresa que actua na região Norte do país tendo como principal vocação o transporte de mercadoria do porto de Nacala para o interior de Moçambique, incluindo os vizinhos Malawi e Zâmbia, para além do transporte de passageiros em três linhas, nomeadamente, Nampula-Cuamba, Cuamba-Entre Lagos e Cuamba-Lichinga.

Os números mostram que o desempenho económico tem estado a crescer.

O transporte de carga é a parte mais rentável da empresa e o serviço de passageiros sobressai como uma actividade social, mas com grande impacto nas províncias de Nampula e Niassa. A empresa saiu de 480 mil passageiros transportados por ano para 530 mil passageiros em 2017.

Rentabilidade e sustentabilidade, são os dois factores que fazem os accionistas continuarem a investir em Moçambique.

O Corredor Logístico do Norte tem como accionistas, a brasileira Vale e a japonesa Mitsui.
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos