O País – A verdade como notícia

CCMA expõe Ricardo Rangel

A partir do dia 31, a galeria do Centro Cultural Moçambicano-Alemão (CCMA) irá expor RICARDO RANGEL: Homenagem a mulher moçambicana.

A mostra que estará patente naquele Centro, na cidade de Maputo, até 31 de Agosto é composta por 22 fotografias a preto & branco, sobre a mulher moçambicana vista por Ricardo Rangel.

De acordo com uma nota sobre  o evento, as imagens fazem parte de um espólio estimado em mais de 31 mil fotografias, entre as quais, 12 mil captadas no tempo colonial e 19 mil do pós-independência. O acervo do fotojornalista está depositado no CDFF, considerado um dos maiores arquivos de fotografia em Africa.

A mostra RICARDO RANGEL: Homenagem a mulher moçambicana pretende revisitar, segundo a mesma nota de imprensa, a câmara escura com a qual Ricardo Rangel trabalhou durante vários anos, bem como contribuir para a preservação da sua obra.

Sobre a exposição, Paulina Chiziane, citada no comunicado de imprensa, escreveu: “A robustez de um país reside na força das suas mulheres. As fotografias que agora se expõem, são prova disso: aos olhos de Rangel, a mulher é a pedra basilar na edificação da vida. Ele soube trazer à memória colectiva, a imagem das mulheres moçambicanas nas linhas do tempo: as batalhas ganhas e perdidas, a repressão sofrida, a resistência e a vitória”.

A exposição é organizada pela Embaixada da Alemanha em Moçambique, em parceria com o Centro Cultural Moçambicano-Alemão e o Centro de Documentação e Formação Fotográfica.

A inauguração da exposição será transmitida na página oficial Facebook do CCMA e da Embaixada da Alemanha em Moçambique, às 15:30 do dia 31, e as visitas presenciais podem ser agendadas, obedecendo todas as normas de prevenção definidas pela Organização Mundial da Saúde e pelo Governo da República de Moçambique, avança a nota de imprensa sobre o evento.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos