O País – A verdade como notícia

Casal mata e queima filho em Manica

Um casal encontra-se detido no Comando Distrital da Polícia da República de Moçambique (PRM), no distrito de Vanduzi, província de Manica, acusado de tirar a vida ao próprio filho com recurso à catana e ainda queimar o corpo.

Segundo os indiciados, tudo começou quando eles decidem entrar para o ano novo de 2021 levando uma vida diferente, enriquecidos através da “magia negra”.

Feito o plano, o casal contactou um curandeiro que procedeu com o devido ritual, tendo aconselhado que no regresso deviam ir directamente para casa. Todavia, o casal vez ouvidos de mercador, ignorou as recomendações e passou pela machamba, onde pernoitou.

Sucede que na calada da noite, segundo contam o homem e mulher, o filho que estava na sua companhia começou a ser possuído por um mau espírito. Na tentativa de defendê-lo, desferiram nele golpes com recurso a uma catana, até que o miúdo não resistiu e morreu.

“Vi que o meu filho estava sendo possuído por espírito. Comecei a bater naquele espírito, longe de pensar que estava a bater no meu filho até que ele morreu”, contou o pai do finado.

A mulher mostrou-se arrependida e reiterou que o objectivo não era matar o filho. “Nós matámos sim o nosso filho, mas não é isso que queríamos. Mas acabou acontecendo o inesperado”.

E porque o crime não compensa, o casal foi apanhado pelas pessoas que vivem próximo à sua machamba, detido pela Polícia e esta diz que deverá ser responsabilizado pelo acto.

Mateus Mindú, porta-voz da Polícia em Manica, contou que o homem e a mulher “não só tiraram a vida do menor em alusão, como também cortaram a sua cabeça”.

Este não é o primeiro caso em Manica de pais que matam filhos para alegadamente serem ricos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos