O País – A verdade como notícia

Carvão de Moatize apontado como motor da economia 

A Economist Intelligence Unit (EIU) considerou, hoje, que o incremento da produção de carvão na mina de Moatize reforça a convicção de que esta matéria-prima é o principal motor do crescimento económico nacional.

“Os últimos números da produção reforçam a nossa visão, segundo a qual o carvão é o principal motor do crescimento da economia de Moçambique”, escrevem os peritos da unidade de análise económica da revista britânica The Economist. 

O incremento é influenciado pelos bons preços do mercado internacional e com a retomada de algumas empresas mineiras no país. 

Numa análise à produção do carvão em Moçambique, enviada aos investidores e a que a Lusa teve acesso, os analistas dizem que "a produção acumulada até ao terceiro trimestre em Moatize mostra um crescimento de 38,8 por cento face aos primeiros nove meses de 2016 e uma subida de 5,8 por cento face ao terceiro trimestre do ano passado, e sinaliza que o forte crescimento nas exportações de carvão na primeira metade de 2017 continuou até Setembro".

De referir que no documento do EIU publicado em Abril, os analistas concluem que, “apesar de a indústria do carvão não ser imune às tendências ditadas pela China, a dinâmica na Índia, o principal destino de exportação, é mais importante, uma vez que o crescimento de 5 por cento anual na procura, o investimento das empresas indianas em Moçambique e o abrandamento dos planos para aumentar a oferta interna, pensamos que o país vai continuar a ser um mercado-chave para o carvão moçambicano”.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos