O País – A verdade como notícia

Campos de Nampula satisfazem Comissão de Licenciamento de Clubes

Fotos: FMF

Depois dos campos da zona sul do país, em que a Comissão de Licenciamento de Clubes visitou, os campos do Costa do Sol, Estádio da Machava, campo da Liga Desportiva de Maputo, Complexo Desportivo de Tchumene, campo do Alto Macassa, agora foi a vez da zona norte, com a província de Nampula a ser porta de entrada.

O Estádio 25 de Junho, pertença do Ferroviário de Nampula, e o Campo do Ferroviário de Nacala, foram visitados pela Comissão de Licenciamento de Clubes, que ficaram entusiasmados com as condições vistas, ou seja, para a Comissão de Licenciamento de Clubes estes dois campos reúnem condições para acolher o Moçambola 2022.

De acordo com o gestor da Comissão de Licenciamento de Clubes, Rui Tadeu, os dois estádios reúnem condições técnicas para acolher os jogos da prova máxima do futebol moçambicano, facto que resulta do empenho dos responsáveis das duas colectividades que representam a província de Nampula no Moçambola 2022.

“Condições técnicas referimo-nos ao rectângulo de jogo. As questões complementares foram também muito bem concebidas, embora haja detalhes que, julgamos, podem ser melhorados até à data do arranque da prova”, comentou Rui Tadeu citado pelo Olho Clínico.

Rui Tadeu realçou ainda que os dados passados pelos gestores das duas colectividades de Nampula no Campeonato nacional de futebol, a nível das infra-estruturas, “é digno de realce”, uma vez que revelam que os mesmos “estão preocupados com o licenciamento e é de salutar”.

Depois dos campos de Nampula, a Comissão de Licenciamento de Clubes desloca-se a Niassa, onde vai visitar as infra-estruturas do Estádio Municipal 1º de Maio, onde joga o Ferroviário de Lichinga. O campo está a receber algumas remodelações em quase toda a sua estrutura.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos