O País – A verdade como notícia

Camiões pesados interditos na ponte de Xai-Xai por 15 dias

A partir do dia 24 de Março corrente, a circulação de carros com peso superior a 3.5 toneladas estará interditada por 15 dias na Ponte de Xai-Xai sobre o Rio Limpopo, província de Gaza. O objectivo é dar lugar aos trabalhos de revestimento do tabuleiro.

Dados da Administração Nacional de Estradas (ANE) indicam que passam, diariamente, pela Ponte de Xai-Xai sobre o Rio Limpopo, uma média de 3500 viaturas de várias tonelagens e classes. A infra-estrutura de alto valor económico e social foi erguida na década sessenta do século passado, ainda no período colonial.

A Ponte de Xai-Xai conhece, assim, a segunda intervenção de vulto desde a sua edificação. As obras de reabilitação já começaram e, desde 2019, que vem com o tráfego condicionado. Segue a fase de colocação do pavimento especial, designado por epóxy, que tem duas funções, sendo, a primeira, para proteger o tabuleiro metálico sobre a ponte e, a segunda, para impedir e/ou diminuir o risco de derrapagem, tornando, pois, o piso anti-derrapagem.

É nesta fase em que será necessário proibir a passagem de camiões pesados. Américo Dimande, Director Geral da Administração Nacional de Estradas, visitou, este domingo, as obras de reabilitação da ponte sobre o Rio Limpopo e deu a conhecer a interdição.

“Comunicar a todos os utentes desta via que, a partir da próxima Quarta-feira, dia 24 de Março, esta ponte terá a circulação restringida de viaturas com peso de 3.5 toneladas. Essa interdição visa dar lugar a colocação de pavimento. Este revestimento exige que, durante a sua execução, não haja tráfego pesado durante o processo da cura do produto aqui colocado. Concluída esta intervenção, será, naturalmente, o tráfego aberto ao público”, comunicou Dimande que visitou a infra-estrutura, tendo também mencionado que foram reforçadas as medidas de protecção e segurança da ponte com a nova pintura e outros acessórios.

As obras de reabilitação da Ponte de Xai-Xai já deviam ter terminado ano passado, mas tal não aconteceu e os novos prazos apontam para Abril do ano em curso.

“São definidos os prazos reais a medida que as intervenções são feitas, há fenómenos que foram descobertos que obrigaram que os prazos fossem revistos”, disse o Director Geral da Administração Nacional de Estradas.

Com a interdição, o trânsito ido da Cidade de Maputo desvia do Posto Administrativo de Chissano, segue em direcção ao Distrito de Chibuto, sobressaindo pelo Distrito de Chongoene e tem, de imediato, o acesso à Estrada Nacional Número Um numa extensão de 90 km.

Os carros que vêm do Centro e Norte do país, desviam, igualmente, por Chongoene, passando novamente pelo Distrito de Chibuto e sobressaindo pela localidade que também é posto Administrativo de Chissano no Distrito de Limpopo e segue a viagem pela EN1 rumo à Província e Cidade de Maputo.

As obras de reabilitação da Ponte de Xai-Xai estão avaliadas em 272.993.335,80 meticais.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos