O País – A verdade como notícia

Britânicos elegem hoje representantes para as autarquias

Os britânicos vão, esta quinta-feira, eleger os representantes para as autarquias na Inglaterra, País de Gales e Escócia, e o governo autónomo na Irlanda do Norte, escrutínio que vai testar o apoio aos partidos a nível nacional, escreve o Observador.

Um mau resultado para o Partido Conservador pode decidir o destino do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, caso os deputados entendam que os próprios lugares estarão em risco nas próximas legislativas.

Boris Johnson, que já está sob pressão devido às festas em Downing Street que decorreram durante o confinamento, violando as restrições impostas pela pandemia da COVID-19, tem enfrentado críticas por não tomar medidas suficientes para ajudar as pessoas mais afectadas pela inflação.

As eleições, de acordo com os dados publicados pela fonte, vão ser disputadas em todos os 32 municípios de Londres e em dezenas de autarquias no resto do país.

Na Inglaterra, vão ser disputados 4.360 postos em 146 autarquias, na Escócia serão 1.227 assentos em 32 localidades e no País de Gales vão a votos 1.234 lugares em 22 municípios.

Na Assembleia da Irlanda do Norte estão em disputa todos os 90 assentos na Assembleia Legislativa, eleitos por cada um dos 18 distritos eleitorais, os quais vão decidir a composição do governo regional autónomo.

Nesta região, além do batalha entre o partido nacionalista republicano Sinn Féin e o Partido Democrata Unionista (DUP), as atenções vão estar no desempenho dos partidos neutros, como o Alliance e o SDLP, que não defendem nem a coroa britânica nem a reunificação política da ilha da Irlanda.

O observador avança ainda que pelo menos nove portugueses concorrem nestas eleições para vereadores de norte a sul do país.

As urnas abrem às 07h00 e fecham às 22h00 (hora local) e podem votar os cidadãos britânicos e cidadãos de países da União Europeia (UE) ou da Commonwealth (organização que congrega Estados e territórios que integraram no passado o império colonial britânico) que residam no Reino Unido e tenham 18 anos ou mais.

Na Escócia e País de Gales, o voto está aberto a qualquer cidadão estrangeiro com 16 ou mais anos que seja residente.
A contagem começará assim que as urnas fecharem para a maioria das autarquias na Inglaterra, mas algumas, bem como na Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, só começa na sexta-feira de manhã.

Os resultados completos poderão só ser conhecidos no final do dia de sexta-feira ou mesmo no sábado.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos