O País – A verdade como notícia

Boris Johnson propõe vacinação global até 2022

O Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, apela aos líderes do G7, grupo das nações mais ricas, a comprometerem-se com a vacinação contra a COVID-19 ao mundo inteiro, até ao final de 2022.

Boris Johnson acolherá a primeira cimeira presencial dos líderes do G7, após quase dois anos da eclosão do novo Coronavírus. Nas vésperas do evento, o Primeiro-ministro britânico disse que vai procurar um compromisso para atingir o objectivo global de vacinação, até ao fim do próximo ano.

Os líderes da Alemanha, França, Estados Unidos, Itália, Japão, União Europeia e Canadá vão juntar-se a Johnson para a cimeira de três dias na Inglaterra, que começa na sexta-feira. Será a primeira viagem ao estrangeiro do Presidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, desde que tomou posse em Janeiro.

Enquanto as nações mais ricas têm vindo a vacinar um grande número das suas populações, muitos países pobres não têm tido o mesmo acesso às vacinas. E especialistas em saúde alertaram que, enquanto a vacina contra a COVID-19 não chegar a todos, o vírus continuará a espalhar-se e a sofrer mutações.

A Secretária do Tesouro dos Estados Unidos da América, Janet Yellen, em Londres para a reunião de ministros das finanças, disse ser urgente que as nações mais ricas promovam vacinações nos países mais pobres.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos