O País – A verdade como notícia

Black Bulls: ninguém agarra o touro pelos cornos!

A Associação Black Bulls reforçou, este domingo, a liderança do Moçambola-2021, agora com 22 pontos após vencer a Liga Desportiva de Maputo por 2-1, em jogo inserido na 8ª jornada da competição.

Já está. Não se assustem. À oitava jornada, sétima vitória no Moçambola-2021. 19 golos marcados e cinco sofridos. Liderança reforçada. Números consistentes que  revelam uma sensacional  Associação Black Bulls que, quando muitos se derem em conta, poderá já ter disparado para o título de campeão nacional.

Isto em ano de estreia na alta roda do futebol moçambicano. Este domingo, em mais um teste difícil diante da Liga Desportiva de Maputo, os “touros” ligaram o motor e venceram por 2-1.

Kadre, aos 9 minutos, abriu caminho para o triunfo dos donos da casa. Reagiu a Liga Desportiva com o defesa Gildo a empatar. Mas estava escrito que o suspeito do costume ia fazer das suas.

Ejaita, aos 72 minutos, anotou o seu sétimo golo no Moçambola 2021 e reforçou o estatuto de melhor artilheiro da prova.

Entretanto, mais do que manter a sua invencibilidade, a Associação Black Bulls mostrou-se uma vez mais uma estrutura equilibrada em campo.

No efervescente e dificílimo Caldeirão do Chiveve, o Ferroviário de Maputo “sobreviveu”. Os “locomotivas” da capital arrancaram uma vitória por um a zero com tento solitário de Kidou aos 71 minutos.  Quinta vitória na prova, a valer um salto na tabela classificativa para o segundo lugar com 18 pontos, os mesmos que o seu homónimo da Beira.

Primeira derrota do Ferroviário da Beira em casa, depois de ter derrotado o Costa do Sol (3-1), Incomáti de Xinavani (3-0) e Associação Desportiva de Vilankulo (3-1).

 CLÁSSICO FRACO

Clássico sensaborão no relvado sintético dos “canarinhos”, primeira vez de Artur Comboio! 450 cinquenta minutos depois (volvidas cinco partidas),  o Costa do Sol voltou a vencer no Campeonato Nacional de futebol.

A última vez dos “canarinhos” foi precisamente a 24 de Janeiro, quando receberam e derrotaram o Incomáti de Xinavani por 2-1.

Raimom, aos 30 minutos, e Telinho, à passagem do minuto 34, selaram a vitória do Costa do Sol  sobre o Desportivo Maputo por 2-0. Qual Fénix, o campeão renasceu das cinzas. Há, novamente, alguns sinais de tranquilidade depois de duas derrotas consecutivas. Esta vitoria coloca o Costa do Sol na 9ª posição com  10 pontos.

Nas vésperas de completar 100 de existência (ndr: o Grupo Desportivo Maputo celebra o seu centenário esta segunda-feira), mais um desaire que faz soar o alarme no histórico que está a fazer uma campanha trémula no Moçambola 2021.

À oitava jornada e com registo de apenas uma vitória, três derrotas e quatro empates, não é difícil dizer que o Desportivo Maputo atravessa uma crise de resultados. A “Nação” colou-se à zona de despromoção com sete pontos.

Próxima jornada, os “alvi-negros” recebem um Ferroviário de Lichinga motivadíssimo pelos 3 pontos conquistados em casa nesta ronda.

Em pleno Estádio Municipal, o Ferroviário de Lichinga arrancou uma vitória à tangente (1-0) diante da União Desportiva do Songo. Djei, avançado que assinara um “hatrick” na goleada do Ferroviário de Lichinga sobre o Matchedje de Mocuba, por 4-1, voltou a ser decisivo ao marcar o único golo do conjunto orientado por Antoninho Muchanga e Arnaldo Ouana.

Uma coisa é certa: continua o calvário do Ferroviário de Nampula no Moçambola. Este domingo, no Estádio 25 de Junho, os “axinenes” empataram a zero com a Associação Desportiva de Vilankulo,  resultado que os mantêm na zona de despromoção com apenas quatro pontos. Uma vitória e seis derrotas são os números fraquinhos desta formação que tarda em acertar o passo no campeonato. A AD Vilankulo continua na 4ª posição agora com 14 pontos.

Na Soalpo, mais do mesmo. O máximo que o Textáfrica de Chimoio conseguiu fazer foi empatar sem abertura de contagem com o Ferroviário de Nacala. Os primeiros campeões nacionais continuam a andar em contramão, mantendo-se na zona de despromoção (12º lugar) com cinco pontos, enquanto os nacalenses  no 10º lugar com 9 .

No “canavial”, e numa jornada pobre em golos, mais um empate. O Incomáti empatou o lanterna vermelha Matchedeje de Mocuba (1-1). Esta jornada do Moçambola produziu um total de nove golos contra 12 da ronda anterior.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos