O País – A verdade como notícia

Biden e Xi Jinping concordam em manter equilíbrio nas suas relações

Foto: Notícias ao Minuto

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o seu homólogo chinês, Xi Jinping, mantiveram um encontro virtual, durante a madrugada de ontem, no âmbito de uma cimeira que durou cerca de quatro horas, a mais longa conversa entre os dois líderes desde a chegada de Biden ao poder.

Segundo a RFI, durante o encontro, os dois chefes de Estado abordaram nomeadamente os contenciosos comerciais, os Direitos Humanos e a questão de Taiwan, sem registar avanços significativos.

Falando sobre Taiwan, o líder comunista disse a Joe Biden que qualquer acção de trabalho para a independência da ilha seria “uma tendência muito perigosa, que equivale a brincar com o fogo”, visto que China aumenta a pressão militar sobre a zona.

Reagindo, Biden disse a Xi Jinping que “os Estados Unidos opõem-se veementemente a qualquer tentativa unilateral de mudar o ‘status quo’ (estado actual) ou minar a paz e a estabilidade no estreito de Taiwan”, escreve a LUSA.

Porém, sobre um aspecto os dois líderes chegaram a um consenso: a importância de manter equilíbrio nas suas relações devido ao impacto que isso tem não só para os seus países bem como para o resto do mundo e ainda necessidade de reforçar a comunicação e a cooperação mútua no sentido de resolver os desafios que têm de enfrentar.

Num período anterior à cimeira entre os dois líderes, segundo China Daily, citada pela LUSA, a China e os Estados Unidos concordaram em aliviar as restrições para trabalhadores de órgãos de comunicação social dos dois países, refletindo uma ligeira diminuição das tensões entre os dois lados.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos